Prefeitura seta Gestão Pública
Prefeitura apresenta proposta aos profissionais da Educação criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
08-Jun-2015
 
Na tarde desta segunda-feira (08), a Mesa Permanente de Negociação (MPN), que envolve os profissionais da Educação, recebeu a proposta da administração referente ao reajuste salarial da categoria. Os secretários de Gestão (Semge) e Educação (Smed), Alexandre Pauperio e Guilherme Belintani, respectivamente, apresentaram ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB) a proposta de reajuste de forma escalonada. O auxílio alimentação terá aumento equivalente à porcentagem do reajuste salarial.
 “A proposta inclui duas parcelas, sendo a primeira retroativa ao dia 1º de maio em 3,7%, mesmo percentual de crescimento da receita tributária de Salvador, e 2,71% no dia 1º de dezembro deste ano, completando o índice de inflação do período em 6,41%. Garantimos ainda os avanços de referência e gratificações previstas no Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos profissionais da Educação, avanços de formação e a reserva de jornada, demanda histórica, que possibilita o desempenho das funções da categoria fora da sala de aula”, explicou Pauperio, presidente da mesa.

Pauperio apontou ainda que, diante da conjuntura econômica nacional, a gestão aguardou o fechamento do balanço fiscal do primeiro quadrimestre de 2015, que apontou um crescimento nominal da receita tributária em 3,7% e, em virtude deste quadro, a administração empenhou esforços para garantir a reposição da inflação para a categoria. O município já cumpre o pagamento do piso nacional e, por isso, não há motivo para aplicar um reajuste de 13% sobre todos os salários. 
O concurso da Educação permitiu que dois mil profissionais passassem a fazer parte do quadro do município e cerca de 40% dos professores já receberam 2,5% de avanço em janeiro deste ano. “Mesmo com incremento de gastos significativos para implantação do Plano de Cargos, a administração se empenhou com a Educação. Candidatos de concurso foram convocados, escolas foram reformadas, a rede foi expandida, 20 mil servidores tiveram acesso ao plano de saúde, o Plano de Cargos e Vencimentos foi implantado e 24 itens da pauta, contendo 33 pontos, já foram atendidos. O plano da categoria estimula a capacitação dos professores e a reserva de jornada é um ganho efetivo. É notória a valorização destes profissionais da Educação.”, destacou. As demais categorias vão receber suas propostas nas reuniões desta terça (09) e quarta-feira (10).​
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >